7 maneiras de evitar e tratar a insolação

Verão e praia formam uma ótima combinação, não é mesmo? Ainda mais com a diversidade de lindos destinos que o Brasil oferece, como o litoral carioca.

Mas não podemos esquecer os perigos da exposição excessiva ao sol e, por isso, é essencial aprender como evitar a insolação e tomar cuidados corretos.

Por mais que essa seja uma situação extrema, devemos ficar atentos aos prejuízos que o sol pode causar à saúde em qualquer época do ano. 

Para saber mais, confira a seguir as principais questões sobre o tema e fique de olho em 7 formas de prevenção e tratamento!

O que é insolação

Esse problema é caracterizado pela perda da capacidade de resfriamento do corpo. É um caso de máxima desidratação, que normalmente ocorre devido à exposição excessiva ao sol em um ambiente quente e seco.

Os sintomas mais comuns

Os sintomas variam de acordo com cada caso, mas, entre os mais recorrentes, estão:

  • mal-estar intenso;
  • fraqueza muscular;
  • dor de cabeça;
  • tontura;
  • náusea, vômito e diarreia;
  • suor e sensação de febre alta;
  • queimaduras na pele;
  • confusão mental.

É importante ficar alerta a esses sinais na sua temporada de verão, pois eles podem indicar a ocorrência de uma insolação. Deixar o quadro se agravar sem tomar as precauções necessárias pode levar a convulsões e até mesmo causar danos cerebrais irreversíveis.

Conhecendo os perigos da insolação, saiba que a melhor atitude é se prevenir, principalmente durante as férias, quando você certamente não vai querer lidar com problemas e preocupações. 

A seguir, veja 7 maneiras para evitar a insolação e tratar um possível descuido: 

1. Ter cautela com a exposição solar

O ideal é não ficar exposto diretamente ao sol em dias muito quentes. Como sabemos, entre 10h e 16h, a incidência dos raios solares é mais forte. Inclusive, nesse período, é melhor evitar a prática de atividades físicas ao ar livre.

As crianças e os idosos, por exemplo, são mais sensíveis e propensos à desidratação. Logo, devem permanecer sempre protegidos, em locais com sombra e cobertura.

2. Usar acessórios para proteção

Chapéus, bonés, óculos escuros e roupas que evitam o contato direto do corpo com os raios solares são essenciais. Peças com fator de proteção UV são ainda mais recomendáveis e valem o investimento!

3. Não se esquecer do protetor solar

Aplicar e reaplicar o protetor solar são cuidados imprescindíveis em qualquer caso: não espere sentir que o tempo está quente demais para adquirir esses hábitos! Não só pela insolação, mas por outros danos à pele e doenças graves, como o câncer.

4. Manter o corpo sempre hidratado

A ingestão de líquidos regularmente, durante todo o dia, é indispensável para afastar a desidratação.

O organismo precisa se manter hidratado para manter uma boa circulação e a temperatura estabilizada. Para isso, as melhores opções são água mineral, água de coco e sucos naturais.

5. Refrescar o corpo

Mesmo tendo tomado todos os cuidados acima, no caso de uma insolação, para baixar a temperatura do corpo, o ideal é sentar ou deitar, com a cabeça elevada, em um local com sombra e arejado.

Também é muito importante fazer compressas frias sobre o corpo, principalmente em áreas como testa, axilas e virilha, e, como já vimos, ingerir líquidos regularmente. 

6. Avaliar o estado mental

Uma das consequências perigosas da insolação é a alteração do estado de consciência, e a vítima pode sofrer com confusão mental.

Para verificar o padrão de alerta de alguém em quadro de insolação, mantenha o foco da pessoa fazendo perguntas rotineiras, como nome, idade e data de nascimento. 

7. Procure atendimento médico

Mesmo tomando as precauções já descritas, é fundamental procurar um atendimento especializado, principalmente quando a insolação já está instalada.

O médico poderá fazer um diagnóstico exato e passar as orientações adequadas para cada caso.

E uma dica extra: divida todos esses conhecimentos com os seus companheiros de viagem. Assim, além de proteger os outros, você garante que também receberá a atenção necessária em qualquer emergência.

Enfim, lembre-se de que todo cuidado é pouco para você não ter uma surpresa desagradável depois de um dia de diversão ao sol.

Gostou do nosso post sobre como evitar a insolação? Curta a nossa página no Facebook para continuar recebendo outras dicas importantes!