8 dicas essenciais de segurança para crianças na praia

Enfim, o verão chegou. É hora de curtir as tão merecidas férias e aproveitar os dias de sol e calor. Muitas famílias preferem passar esses dias no litoral, onde os filhos podem se divertir e os pais relaxar. Por isso, separamos algumas dicas de segurança para crianças na praia que podem fazer com que suas férias sejam ainda melhores.

Nós sabemos que todo cuidado é pouco quando se trata de crianças, não é mesmo? É preciso se preocupar com a alimentação adequada e com a hidratação, cuidar da segurança física e ainda ficar de olho em estranhos, entre muitas outras coisas. Então, vamos às dicas? Continue a leitura!

1. Use sempre protetor solar

Esta dica é tão importante para as crianças quanto para os pais. O protetor solar deve ser aplicado sempre, antes mesmo de sair de casa, além de ser retocado de acordo com as orientações do fabricante.

Opte por produtos de qualidade confiável e com o fator solar adequado para cado tipo de pele, mesmo que isso signifique comprar um protetor para cada um da família. Afinal, ninguém quer passar os dias de férias sentindo dor e descascando!

2. Adote as pulseirinhas de identificação

Cidades litorâneas e turísticas, como Búzios, são famosas por atrair pessoas de todo o mundo durante o período de férias. Por isso, é importante se atentar ao risco de as crianças se perderem. 

Uma boa precaução para esse tipo de situação é aderir às pulseirinhas de identificação. Assim, toda a família poderá aproveitar as férias paradisíacas sem problemas. 

Tudo o que você precisa fazer é amarrar uma fitinha no braço da criança com todas as informações necessárias para encontrá-la: nome completo, telefones e até o tipo sanguíneo da criança. 

Tome cuidado, apenas, para que a fitinha seja de um material à prova d’água e a tinta da caneta usada seja permanente.

3. Oriente as crianças e combine um ponto de encontro para emergências

De fato, o risco da criança se perder em grandes multidões é uma das maiores preocupações dos pais na praia. Por isso, é importante conversar com a criança e orientá-la sobre o que ela deve fazer caso isso aconteça.

É claro que as orientações vão depender da idade e da maturidade da criança, mas é importante que ela entenda alguns pontos cruciais. O primeiro deles é que ela não deve seguir com estranhos para longe do local em que se perdeu.

Vocês também podem combinar um ponto de encontro que seja fácil de ser identificado, como um poste, uma placa ou alguma barraquinha. Assim, caso ela se perca, saberá que deve seguir para esse local combinado e esperar por vocês lá. 

4. Mantenha uma alimentação saudável

Tudo bem, nas férias é normal relaxar com a dieta e comer aqueles docinhos e frituras proibidos do dia a dia. No entanto, é importante manter um cardápio saudável e equilibrado para as crianças. 

Também fique de olho na hidratação dos pequenos: ofereça água várias vezes ao dia e pense em alternativas mais agradáveis, como sucos, água de coco e picolés de fruta. 

Esses cuidados são importantes para evitar que elas passem mal e fiquem doentes, principalmente se a comida típica da cidade que estiverem visitando for muito diferente da que elas estão acostumadas.

5. Atente-se aos horários em que o sol está mais fraco

Mesmo com o uso constante do protetor solar, é importante evitar que as crianças sejam expostas ao sol em determinados horários. Normalmente, das 12h às 16h a incidência dos raios solares é mais intensa e pode causar danos maiores.

Por isso, principalmente se as crianças ainda forem pequenas, busque levá-las à praia no começo da manhã e no fim da tarde. Desse modo, elas poderão brincar e se divertir com segurança, evitando queimaduras solares.

6. Não deixe que elas entrem no mar sozinhas

Todos os anos, os casos de afogamento ficam mais frequentes durante o verão e o período de férias. Isso porque muitas pessoas que não estão acostumadas com o mar resolvem se aventurar pelas águas salgadas, o que pode ser um grande risco.

É importante que as crianças entrem no mar apenas quando acompanhadas de um adulto, principalmente nas cidades onde a maré e a correnteza são mais fortes. Também é interessante que elas estejam acostumadas ao contato com a água, por isso é uma boa ideia ensiná-las a nadar antes de irem à praia. 

Entre as dicas de segurança para crianças na praia também está o uso de equipamentos de segurança, como boias e coletes salva-vidas.

7. Pesquise bem sobre a infraestrutura do local

Quando a viagem é com filhos pequenos, não dá para decidir a programação na hora. É preciso pesquisar sobre o local e saber se a infraestrutura é adequada para crianças. Por exemplo, existe um pronto-socorro disponível em caso de emergências? Que tipo de alimentação existe no local?

O cuidado também vale para decidir quais praias serão visitadas pela família. É importante saber se o local escolhido possui barraquinha para a compra de comidas e bebidas ou estruturas para proteger as crianças do sol. Caso não tenha, você pode preparar uma cesta de lanches rápidos e saudáveis, como sanduíches, sucos e biscoitos.

A pesquisa também é fundamental para escolher uma boa pousada que ofereça segurança para as crianças e opções de lazer atraentes para toda a família.

8. Prepare uma mala bem equipada

Mesmo que a cidade escolhida tenha uma ótima infraestrutura, viajar com crianças pede que vocês estejam sempre preparados. Isso significa que as dicas de segurança para crianças na praia começam antes mesmo de sair de casa, na hora de fazer as malas.  

Prepare uma pequena farmácia, com os remédios que as crianças estão acostumada a usar, consulte a previsão do tempo para escolher as peças de roupa e não deixe de levar alguns brinquedos, para que os pequenos não estranhem a nova rotina.

Com estas dicas de segurança para crianças na praia você e sua família estão prontos para curtir o verão com tranquilidade. Agora, é hora de fazer as malas e aproveitar as férias! Quer ficar por dentro de mais dicas como estas? Assine a nossa newsletter e receba sempre os nosso conteúdos exclusivos.