Mergulho em Búzios: tudo o que você precisa saber agora!

Se você está planejando viajar para a região dos Lagos, precisa colocar em sua lista de atividades um mergulho em Búzios. Espécie de aquário natural, as praias da cidade oferecem uma experiência inesquecível aos turistas que decidem explorar a riqueza de sua fauna marinha.

Aliás, Búzios é o local ideal para quem sonha em mergulhar pela primeira vez, mas não quer correr nenhum tipo de risco, já que, além das belezas naturais, a cidade conta com operadoras que fornecem equipamento de qualidade e instrutores experientes. A atividade pode ser praticada por toda a família, inclusive crianças.

Ficou interessado? Então saiba mais sobre os tipos de mergulhos disponíveis, os melhores locais para praticar a modalidade e quais são os requisitos necessários para embarcar nessa aventura.

Como funciona?

Você pode mergulhar de duas maneiras diferentes em Búzios. A primeira delas é o mergulho livre ou snorkeling. Nesta modalidade, você observa a vida subaquática usando apenas três equipamentos: máscara, nadadeira e o snorkel, uma espécie de tubo que mede entre 35 e 45 centímetros de comprimento e permite que você respire mesmo com a cabeça submersa.

A segunda modalidade é o mergulho autônomo. Nela, você explora a beleza do litoral totalmente submerso, com a ajuda de um cilindro de ar comprimido. O equipamento necessário para esse tipo de mergulho  normalmente composto por roupa de neoprene, colete, cilindro, máscara e pé de pato — é conhecido como SCUBA, sigla para Self Contained Underwater Breathing Apparatus ou Equipamento Autônomo de Respiração Subaquática.

Se você nunca praticou mergulho autônomo nem possui um curso na área, sua primeira experiência com a modalidade é chamada de batismo submarino ou mergulho experimental. Para realizá-lo, você deverá participar de uma aula teórica com duração de cerca de 20 minutos.

O treinamento é realizado na praia ou na própria embarcação. É nele que você aprende a se comunicar embaixo d’água e a respirar pelo regulador, além de conhecer um pouco sobre os equipamentos e as principais normas e procedimentos da atividade. Na sequência, o instrutor inicia sua adaptação ao equipamento na superfície do mar.

Quando o novo mergulhador se sente seguro, a experiência é iniciada. A profundidade do batismo submarino é de, no máximo, 15 metros, e o mergulho dura cerca de 40 minutos, sempre acompanhado do instrutor que, além de fornecer as informações necessárias para garantir sua segurança, também guia o aluno pelo fundo do mar.

Quem pode praticar?

Por ser uma prática segura e muito divertida, mergulhar é uma ótima atividade para toda a família. A modalidade pode ser praticada por qualquer pessoa que esteja em boas condições de saúde, e a temperatura média debaixo d’água é de 22 graus, o que torna o passeio ainda mais agradável.

O uso de equipamentos que permitem ao praticante respirar com facilidade na água torna o mergulho uma opção até mesmo para quem não sabe nadar, já que a atividade exige menos técnica do que a natação convencional.

De maneira geral, o snorkeling é indicado para crianças a partir de 5 anos, sempre, é claro, acompanhada dos pais ou responsáveis. Para o batismo submarino, a maioria das operadoras costuma aceitar crianças a partir dos 10 anos, que são previamente avaliadas pelo instrutor. Antes de agendar o passeio, no entanto, cheque as regras com a empresa escolhida.

Onde praticar mergulho em Búzios?

O litoral de Búzios está repleto de lugares belíssimos para a prática do esporte. A região dos Lagos, onde a cidade está localizada, é conhecida como um dos melhores locais para mergulho do país, já que está repleta de corais, cavalos marinhos, tartarugas e lagostas, além de uma infinidade de peixes de diferentes formas, cores e tamanhos.

A diversidade da vida marinha local é causada, principalmente, por um fenômeno conhecido como ressurgência, caracterizado pela presença de correntes oceânicas provenientes da Antártica. Essas correntes trazem consigo uma série de nutrientes que atraem peixes e outros animais.

Para quem quer praticar mergulho livre, os melhores locais são as praias de Geribá, do Forno, João Fernandinho, Azeda e Azedinha, além de João Fernandes, onde há muitos praticantes de snorkeling, o que faz com que os peixes da região estejam acostumados à presença humana.

Se a ideia é realizar um mergulho autônomo, experimente a ilha da Âncora. Localizada a cerca de meia hora de lancha da costa, o local oferece visibilidade média de 12 metros. No verão, a visibilidade pode aumentar para até 25 metros, permitindo que o mergulhador observe com clareza a rica fauna marinha local.

Outra boa opção é a ilha Feia, onde há uma das maiores reservas de coral de Búzios. Em algumas épocas do ano, é possível observar moreias e arraias de até 2 metros. As ilhas Filhote e Gravatás também são bastante procuradas pelos adeptos do esporte. Se possível, evite o mês de maio, quando os ventos são mais fortes e a visibilidade pode ser afetada.

Quais são os cuidados necessários?

Ainda que mergulhar seja uma atividade muito segura, é importante que você fique atento a algumas orientações que permitirão que você desfrute da prática com tranquilidade.

No caso do mergulho livre, é importante que você evite locais com muita circulação de embarcações ou jet skis, para evitar acidentes. Também não se esqueça de caprichar no uso do protetor solar, já que é comum ficar distraído com as belezas do local e não perceber eventuais queimaduras na hora.

Outra dica importante é ficar atento à presença de corais, para evitar ferimentos ao tocar acidentalmente em estruturas pontiagudas. Aliás, procure apreciar a beleza subaquática sem tocá-la. Alguns corais são frágeis e podem se quebrar facilmente, destruindo um trabalho que a natureza levou anos para realizar.

No caso do mergulho autônomo, é importante contratar uma empresa com experiência e credibilidade no mercado para realizar a atividade. Isso garantirá o acompanhamento por profissionais experientes e o uso de equipamento de qualidade, dentro das normas de seguranças necessárias.

Também é essencial que você preste muita atenção às instruções recebidas durante a aula teórica e siga as recomendações do profissional que o acompanhará rigorosamente.

Gostou de saber um pouco mais sobre os melhores locais para fazer mergulho em Búzios? Então não se esqueça de assinar nossa newsletter para receber mais informações sobre a região!